Atenção

* O SITE JV HOPE NOTICIAS- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião do JV HOPE NOTICIAS

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Há muito tempo nós, o povo espoliado, afirmamos que a lógica da política brasileira é criminosa


Fernando Honorato compartilhou um link.
O STF apenas está testando os ânimos dos brasileiros, durante as competições futebolísticas na Rússia, para também depois soltar o ex-presidente Lula. Nós, o povo simples, não conseguimos entender o nível de envolvimento existente entre Lula e os ministros do Supremo, mas acreditamos que deve ser algo fora do que, nós o povo desprotegido, podemos comentar.
BOLSONARO GENERAL PAULO CHAGAS JANAÍNA PASCHOAL JOICE HASSELMANN
Há muito tempo nós, o povo espoliado, afirmamos que a lógica da política brasileira é criminosa, ao dizermos: CLEPTOCRACIA É O SISTEMA DE GOVERNO QUE ADMITE A CORRUPÇÃO! Quem são os culpados pela situação falimentar que o Estado brasileiro chegou? Todos nós brasileiros que deixamos os corruptos tomarem conta de todos os poderes da República. Estima-se que mais de R$ 200 bilhões de reais são desviados ilegalmente todo o ano do Brasil, esse dinheiro supriria o déficit dos investimentos federais na saúde, educação, segurança e transporte. Mas, o que poderemos dizer sobre os corruptos, senão que são o cruzamento dos estelionatários e os assassinos. Suas torpezas incentivam toda espécie de condutas criminosas nos incautos, principalmente naqueles que se espelham nos sobressaídos, mesmo sendo eles a encarnação das bestas. O Brasil é o quarto país mais corrupto do mundo! Parabenizamos a Força Tarefa da Operação Lava Jato e seus policiais; procuradores; juízes por suas atuações isentas contra a corrupção endêmica no Brasil. Políticos, de alto escalão, considerados intocáveis, continuam fazendo toda espécie de tramoia para continuarem no poder. Acreditamos que as tentativas dos corruptos em destruir os trabalhos da operação lava jato vão ser desativadas pelo povo, essa é nossa única esperança! Sabemos que a corrupção em nosso país está embutida na mente de quase todos os brasileiros, sua erradicação não será realizada com facilidade e somente uma revolução social poderá modificar esse maléfico “jeitinho” de ser dos brasileiros. Não estamos falando de revolução armada ou agressões de qualquer monta a quem quer que seja, tratamos aqui apenas da necessidade de modificação da prática de nossos atos no convívio social. Todos nós temos que fazer questão de nos comportar com o devido pudor, em contrapartida devemos exigir, ordeiramente, o melhor comportamento de todas as pessoas de nosso relacionamento. Nossos governantes, políticos, ministros, funcionários públicos, são indivíduos, estejam eles onde estiverem, provindos do povo, se eles estão doentes é porque nós, o povo, estamos também doentes. Terapias amenas não eliminam um cancro maligno, precisamos de medicamentos eficazes, muita vez amargos, mas que possam ter efeito rápido e duradouro, o que passa necessariamente pela tenacidade daqueles obstinados compatriotas que desejam ver o Brasil nos trilhos para um futuro glorioso. Não podemos desistir de nosso país. Combater a corrupção é a melhor herança que podemos deixar para os nossos filhos! A fortuna desviada dos cofres públicos, pelos corruptos, não foi suficiente para acender o estopim que implodiria a incerteza que ainda segura os militares dentro dos quarteis, mas agora, todos os brasileiros, estamos vendo que os corruptos pertencem à mesma panela, a união de partidos como o PT e PSDB, somente indica um rumo: golpe fatal na operação lava jato. Talvez os estopins já se encontram armados no momento, faltando apenas que alguém coloque o fogo. O comandante do exército general Eduardo Villas Bôas vem se posicionando de forma bastante equilibrada sobre esses assuntos, mas deixou bem claro: “a crise não é de natureza institucional, as instituições estão funcionando perfeitamente. Embora o que se passa...dê margem a certas ressalvas a tal perfeição.... Em depoimento no Senado o general afirmou: “Nossa gente não merece isso! ”. Na véspera do julgamento de Lula pelo STF, o general manifestou-se no Twitter: “Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem, de repúdio à impunidade, e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais. Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo: Quem realmente está pensando no bem do país e nas gerações futuras? Quem está preocupado apenas com interesses pessoais? ” Recebendo imediatamente a resposta do general Paulo Chagas: “Caro Comandante, amigo e líder, receba a minha respeitosa e emocionada continência. Tenho a espada ao lado, a sela equipada, o cavalo trabalhado e aguardo suas ordens!!”. O general Gilberto Pimentel, presidente do Clube Militar, em artigo intitulado "Ponto de Inflexão", defendeu a prisão para o ex-presidente Lula, o que seria um bom exemplo para evitar a corrupção entre os outros políticos, ele chama Lula de "principal figura dessa funesta geração de políticos, independente de coloração partidária". Para o general, a prisão de Lula "abrirá caminho, e até certa jurisprudência, para um acerto de contas com todos os demais que não honraram seus cargos eletivos. Um golpe mortal na corrupção. O contrário seria nossa maior tragédia”, o que foi confirmado, até que enfim pelo STF ao condenar o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Vergonhosamente, depois de tantos anos, o primeiro político, com foro privilegiado, condenado pelo Supremo Tribunal Federal referente a operação Lava Jato. O general Hamilton Mourão, em brados, afirmou que o Judiciário expurgue da vida pública o presidente Michel Temer e todas as pessoas que, segundo ele, “não têm condições” de participar da vida pública. Acredito que, agora, Villas Bôas entenda que “o que se passa no Congresso Nacional, no Supremo Tribunal Federal e no Palácio do Planalto” principalmente com a delação do milionário Joesley Batista “dê margem a certas ressalvas a tal perfeição... do bom funcionamento das instituições brasileiras”. Alguns ministros do STF vêm dando um recado muito interessante, “desistir da candidatura seria o primeiro passo para o ex-presidente Lula pensar na liberdade”. Esse conselho também foi dado para o senador Aécio Neves que, inclusive, já avaliou que não vai participar das eleições. Sou contra a qualquer ditadura! Mas, se os corruptos impedirem a continuação da decisão do juiz Moro, do TRF4, do STJ e agora do STF que condenaram Lula a mais de 12 anos de prisão por corrupção, trancafiando-o na prisão da Polícia Federal em Curitiba, serei obrigado a “dar o braço a torcer” e apoiar completamente a tomada do Poder pelos militares. No desenrolar dos acontecimentos nós, o povo esperançoso, temos de abraçar com muito fervor a luta a favor do fim do foro privilegiado, se queremos dar continuidade ao processo de moralização da política brasileira. Nós, o povo atento, não passaremos por idiotas, mas temos que continuar mobilizados para impedirmos que os corruptos continuem fazendo do Brasil “a casa da mãe Joana”. O corrupto é o pior dos criminosos, mescla do estelionatário e o assassino, suas ações delituosas transformam-se nos piores crimes por incentivar todos os demais! Lugar de corrupto é na prisão, seja ele do PT, MDB, PSDB ou qualquer partido político! Viva o instituto de impeachment! Viva a democracia! Viva o Brasil!
O STF considera nós, o povo simples, um bando de idiotas. Mas, o que nós, o povo tapeado, poderemos fazer. Vejamos o que o filósofo Montesquieu sugeriria a nós, o povo sofrido, para resolvermos problemas com autoridades insuportáveis. Charles-Louis de Secondat autor de "O Espírito das Leis" obra que principiou as regras da política moderna, defendia a existência de apenas dois poderes: o poder Executivo e o poder Legislativo. O barão Montesquieu, mesmo tendo sido formado em direito e presidido o Tribunal de Justiça da França, não considerava o Judiciário como um dos poderes, embora não tenha sido isso o que veio a prevalecer. Montesquieu dizia: “Qualquer do povo defende sempre mais os costumes do que as leis. ”, para o filósofo Montesquieu as leis não são fruto do capricho ou do arbítrio de quem legisla, ao contrário! As leis decorrem da realidade social e da história concreta própria ao povo considerado. O barão Montesquieu afirmava que não existem leis justas ou injustas, o que existe são leis mais ou menos adequadas a um determinado povo e a uma determinada circunstância de época ou lugar. Foi também Montesquieu que classificou de impura a forma de Governo que ele chamou de “demagogia da corrupção da democracia”. Parece-nos que determinadas decisões de alguns ministros do Judiciário destoa completamente do que nós, o povo simples, entendemos por razoáveis. Acreditamos que somente nós, o povo poderoso, poderemos exigir das autoridades públicas, estejam elas onde estiverem, comportamento conforme o que entendemos por ético, moral, honesto, brioso, distinto, nobre, transparente, justo..., mas o que nós, o povo descrente, poderemos fazer diante da demonstração de tão grande poder por parte de pessoas que pensam e agem como se estivessem acima do plausível? Lembrando Montesquieu: nós, o povo enganado, poderíamos, em uníssono, exigir que o STF mantenha preso todos os criminosos condenados em 2ª instância, mas não temos fôlego para isso, afinal nós, o povo cansado, temos que adquirir forças para assistirmos os jogos de futebol da Copa do Mundo. Então o que nos resta? A resposta é simples: nós, o povo poderoso, deveremos eleger os candidatos adequados para ocuparem os poderes Executivo e o Legislativo. Mesmo sendo de tempos em tempos, nós, o povo esperançoso, ainda “podemos compor” os cargos eletivos, aqui pelo menos manifestamos, de vez em quando, nossa “vontade soberana”, que no caso acontecerá neste ano. Mas, quem eleger? Nós, o povo desconsiderado, devemos procurar eleger aqueles que não se candidatarão ao mesmo cargo, já seria alguma coisa muito boa, pois a grande maioria dos que se encontram no Congresso Nacional não merecem a consideração nossa, o povo desiludido. Somente conseguiremos dar continuidade ao processo de eliminação dos corruptos, iniciado pela operação Lava Jato, se conseguirmos retirar do Congresso Nacional os políticos indignos que ali se encontram, e também colocarmos na presidência da República uma pessoa que realmente tenha as qualidades necessárias para governar de verdade o Brasil, e isso requer necessariamente um indivíduo de coragem e seja muito honesto, somente depois nós, o povo paciente, poderemos cuidar do STF.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentarios

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!
Ligue para o número 100, do Disque Denúncia Nacional
Copyright © JV NOTICIAS | Suporte: Mais Template