Pobreza extrema atinge 14,8 milhões de brasileiros, indica IBGE ~ JV NOTICIAS

ATENÇÃO

ESTAMOS ARRUMANDO O SITE EM BREVE ESTARA NORMAL

Pobreza extrema atinge 14,8 milhões de brasileiros, indica IBGE

Créditos: iStock / peeterv
Estudo da Oxfam revela que os 5% mais ricos detêm mesma fatia de renda que outros 95%

À sombra da incerteza e incredulidade que avassala os sonhos dos milhões de brasileiros, pesquisas recentes indicam o abismo social que envolvem o Brasil dos dias atuais.Levantamento feito pela LCA Consultores revela que o número de pessoas de extrema pobreza passou de 13, 34 milhões, em 2016, para 14, 83%, ao final de 2017 - aumento equivalente a 11,2%.Os dados, baseados em números apurados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), evidenciam os impactos causados pela recessão econômica. Credita-se à derrocada o fechamento de postos de trabalho com carteira assinada, que, de alguma forma, mantinha garantias trabalhistas e pisos salariais.Para o economista Cosmo Donato, a expectativa era de que a retomada econômica conseguisse produzir números melhores em 2018. "No lugar desse emprego, o mercado de trabalho gerou ocupações informais, de baixa remuneração e ganho instável ao longo do tempo. A própria crise fiscal dos Estados afeta indiretamente, ao gerar menos empregos para essa parcela mais pobre da população, que geralmente é menos instruída. Estou falando de postos relacionadas a obras públicas, por exemplo". Desde então, a porcentagem de pessoas vivendo em extrema pobreza passou de 6,5% para 7,2% em 2017 .
Epidemia da pobreza 
De acordo com a pesquisa, todas as regiões do país manifestaram indicadores piores de pobreza. Com destaque para o Nordeste, que concentra 55% da população atingida pela crise. Em 2017, cerca de 8,1 milhões de pessoas com renda per capita abaixo de R$ 136 encontravam-se concentradas, sobretudo, na Bahia e em Pernambuco.
No ano passado, eram 8,1 milhões de pessoas na região com renda per capita abaixo de R$ 136, boa parte concentrada na Bahia e em Pernambuco.
Além do nordeste, a condição de extrema pobreza também se expandiu para outras regiões do país, como no Sudeste.
Segundo levantamento, a região reunia 3,27 milhões de pessoas extremamente pobres no ano passado, 13,8% a mais do que no ano anterior. A piora se manifestou com mais intensidade no Rio e São Paulo. Confira a matéria completa no site do Valor Econômico.
FONTE:https://catracalivre.com.b
Share:

Nenhum comentário:

Redação: O site JVHOPENOTICIAS é um veículo comunicação independente com notícias do Brasil e do Mundo. Nossa missão é levar ao público a verdade dos fatos, sempre com informações de fontes seguras e confiáveis para você formar sua própria opinião.

Comentarios

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

Seguidores

FISIHOLISTICO