Atenção

* O SITE JV HOPE NOTICIAS- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião do JV HOPE NOTICIAS

domingo, 22 de julho de 2018

Janaína Paschoal explica demora na decisão sobre ser vice de Bolsonaro Em convenção do PSL, advogada saudada com gritos de ‘vice' fez discurso moderado: 'Reflitam se não estamos correndo o risco de fazer um PT ao contrario"



A advogada Janaina Paschoal e o deputado federal e pré candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro durante convenção do PSL no Rio de Janeiro (Ricardo Moraes/Reuters)

Única mulher a discursar durante a convenção do Partido Social Liberal (PSL), que acontece neste domingo, Janaína Paschoal foi recebida com aplausos e gritos de “vice” pelo público que aguardava a oficialização da candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência da República.

Ao iniciar seu discurso, contudo, a advogada esfriou os ânimos ao pedir que não houvesse aplausos ou gritos porque queria “dialogar” com a plateia. Em seguida, se disse” muito honrada” com o convite para ser vice de Bolsonaro, mas que precisa de mais tempo para tomar sua decisão.“Iniciamos um diálogo muito profícuo, mas não é possível tomar uma decisão como essa em dois dias”, afirmou. “Para uma parceria de 4 anos, esse diálogo precisa ser mais pormenorizado porque é um trabalho conjunto, um trabalho difícil.”

Ao contrário dos colegas de bancada, que destilaram discursos inflamados, Janaína pareceu mais moderada e falou sobre tolerância às opiniões diferentes. “Não se ganha eleições com um pensamento único e não se governa uma nação com um pensamento único. Seguidores de Bolsonaro têm a ânsia de ouvir um discurso uniformizado. Reflitam se não estamos correndo o risco de fazer um PT ao contrario”, afirmou.As últimas semanas foram marcadas por dificuldades na composição da chapa do presidenciável, com a desistência de possíveis candidatos a vice. Sondados, o senador Magno Malta (PR) e o general Augusto Heleno Pereira (PRP), não fecharam com o deputado.

A escolha de Janaína reforçaria o isolamento de Bolsonaro no cenário político. Sem um vice de outro partido, Bolsonaro terá cerca de 8 segundos em cada bloco de propaganda gratuita no rádio e na TV, já que o PSL é um partido pequeno. Isto pode reduzir a visibilidade do candidato. Ele, porém, não parece preocupado, já que apoia sua força nas redes sociais.

FONTE:https://veja.abril.com.br
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentarios

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!
Ligue para o número 100, do Disque Denúncia Nacional
Copyright © JV NOTICIAS | Suporte: Mais Template