Atenção

* O SITE JV HOPE NOTICIAS- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião do JV HOPE NOTICIAS

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Corrupção de Lula dá até vertigem, diz Mário Vargas Llosa, Prêmio Nobel de Literatura

Resultado de imagem para Corrupção de Lula dá até vertigem, diz Mário Vargas Llosa, Prêmio Nobel de Literatura
O Prêmio Nobel de Literatura 2010, Mário Vargas Llosa, afirmou  que a corrupção bilionária de Lula causa até vertigens e denunciou o aumento da corrupção na América Latina e voltou a criticar o ex-presidente Lula durante sua participação na Assembléia Geral da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), realizada em Charleston, EUA.

As declarações do renomado Prêmio Nobel durante a conferência de imprensa internacional são devastadoras e sepultam definitivamente o pouco que restou da reputação de Lula no mundo.

"A corrupção é um problema grave, a maior ameaça para a democracia, especialmente com as novas e recentes democracias latino-americanas. O Brasil parecia ter decolado, mas o que freou de repente e e está provocando o retrocesso? A corrupção, que está de volta mais forte que nunca, acima do pico de todos os níveis já alcançados, vinda de um governo que todos no mundo acreditavam que era exemplar: Lula implantou um governo profundamente corrupto. Dá até vertigem os montantes bilionários roubados pelos grandes ladrões do governo Lula. A história da Petrobras é incrível. É uma indicação do que pode acontecer se combater a corrupção, que se manifesta na América Latina maneira muito perturbador. Já não são os guerrilheiros, utopias socialistas, os golpes. São todos ladrões, como os narcotraficantes. Seria terrível que a democracia continue a ser esmagada e sufocada pela corrupção", afirmou.


O palestrante condenou ainda a "falta de coragem" dos governos latino-americanos para denunciar ditaduras e a violação dos direitos humanos na Venezuela, que se encontra em estado de "putrefação total" e advertiu que corrupção é a maior ameaça à democracia na América Latina.


Num recado direto aos representantes da esquerda coniventes com o massacre de civis na Venezuela, Vargas Llosa apelou aos líderes da região para expressar defesa inequívoca da democracia, durante a Assembléia.

O escritor peruano desaprovou expressamente a "falta de coragem" e a "neutralidade" dos governos latino-americanos para denunciar "o aumento da ditadura", na Venezuela e promover a luta inequívoca contra a corrupção em seus países.

Vargas Llosa, de 79 anos, foi inflexível no sentido de garantir que a Venezuela é uma "putrefação total", como consequência do chamado socialismo do século XXI e é dirigido para as eleições fraudulentas dos parlamentares em dezembro.

"Maduro só pode ganhar esta eleição por uma fraude monstruosa, dada a sua impopularidade, a corrupção massiva, a inflação galopante, a pobreza e a alta criminalidade que mergulhou o país", alertou o autor de "A Festa do Bode".

"Os líderes do governo venezuelanos são os chefes das gangues. Os soldados estão todos comprados através de negócios da máfia", disse ele sobre o tema da corrupção na Venezuela.

Vargas Llosa observou que, examinando a história dos fracassos da democracia no continente, só se pode concluir que "a perseverança na o erro é uma característica da América Latina ", declaração que foi recebida com risos pela platéia. ele ainda afirmou que o populismo só funciona quando há dinheiro. Quando acaba, se torna uma ameaça real contra a democracia.

Llosa também se concentrou em criticar asperamente o presidente equatoriano, Rafael Correa, a quem ele chamou de "um grande demagogo" que dirigiu "leis repressivas", que sufocam a liberdade de expressão e de imprensa.

O Prêmio Nobel de Literatura 2010 classificou a corrupção como o primeiro mal que acomete muitos países e governos da América Latina, citando, entre outros, o caso do Brasil, um país que "parecia ter decolado e agora retrocede" com "a disposição dos investidores em não investir mais um tostão no país." 

O ganhador do Prêmio Cervantes 1994 também culpou o retrocesso brasileiro à "corrupção de vertigem" que devora o país que atingiu "níveis máximos" com os governos do ex-presidente Lula e Dilma.

Para Llosa, a condenação de Lula por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro não é nenhuma surpresa. 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Comentarios

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JV noticias. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JV noticias poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. . Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!
Ligue para o número 100, do Disque Denúncia Nacional
Copyright © JV NOTICIAS | Suporte: Mais Template