Pesquisa do Datafolha após saída de Sérgio Moro: Bolsonaro se mantém forte A capacidade de comunicação de Bolsonaro explica a fortaleza de sua avaliação ~ JV NOTICIAS

ATENÇÃO

ESTAMOS ARRUMANDO O SITE EM BREVE ESTARA NORMAL

Pesquisa do Datafolha após saída de Sérgio Moro: Bolsonaro se mantém forte A capacidade de comunicação de Bolsonaro explica a fortaleza de sua avaliação

Deputado Jair Bolsonaro
A pesquisa do Datafolha realizada e divulgada em 27 de abril aponta que Bolsonaro tem 33% de ótimo/bom e 38% de ruim/péssimo. Collor e Dilma sofreram impeachment quando tinham entre 10 e 15% de ótimo/bom e mais de 65% de ruim/péssimo. Isso indica que o impeachment é politicamente inviável sem um apoio quase unânime da opinião pública, que acaba se refletindo em avaliação muito negativa do presidente.
Esse patamar de avaliação de Bolsonaro medido hoje capta a demissão de Sérgio Moro, a defesa que o presidente faz de medidas não científicas para enfrentar a pandemia, e uma queda gigante da atividade econômica. É possível afirmar que a sua avaliação passou incólume pela confluência destes três fenômenos.
Pesquisas anteriores do mesmo Datafolha indicaram que Bolsonaro falava para 25 a 30% dos brasileiros ao dar prioridade à economia em detrimento de salvar vidas. Escrevi sobre isso neste mesmo blog indicando os mecanismos da cognição humana responsáveis por tal fenômeno.
Aqueles que vivem em sua própria bolha podem ter dificuldade de compreender essa avaliação de Bolsonaro. Este resultado capta a visão de todos os brasileiros: o país é plural, e tudo indica que sempre será. Além disso, é útil lembrar que Bolsonaro não concluiu 18 meses de governo e agora enfrenta a sua primeira crise importante, aliás, uma baita crise. Dilma sofreu o impeachment no sexto ano de seu governo.
Enfim, diante disso tudo, defender o impeachment apenas deslegitima o voto. Quando for a vez de a esquerda voltar a governar o país o fantasma do pedido de impeachment irá pairar sobre sua cabeça desde a primeira pesquisa que indicar queda de avaliação. De toda maneira, é imperativo admitir que se a maioria de nossa elite política e de seus apoiadores é golpista, isto é, defende o impeachment com mais facilidade do que a duração normal de um mandato, o Brasil não é um dos países onde a democracia crescerá com força.
Share:

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

S.O.S AMAZÔNIA A CULPA É DE BOLSONARO?

Redação: O site JVHOPENOTICIAS é um veículo comunicação independente com notícias do Brasil e do Mundo. Nossa missão é levar ao público a verdade dos fatos, sempre com informações de fontes seguras e confiáveis para você formar sua própria opinião.

Comentarios

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

Seguidores

FISIHOLISTICO