Servidores da UFRRJ produzem álcool 70º e máscaras para distribuição gratuita ~ JV NOTICIAS

ATENÇÃO

ESTAMOS ARRUMANDO O SITE EM BREVE ESTARA NORMAL

Servidores da UFRRJ produzem álcool 70º e máscaras para distribuição gratuita

Servidores da UFRRJ produzem álcool 70º e máscaras para distribuição gratuita

FAPUR está recebendo doações para aquisição de matéria prima para a fabricação dos produtos que são destinados à comunidade acadêmica e à diversos municípios e entidades de atendimento público

SEROPÉDICA
Professores, técnicos e alunos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ arregaçaram as mangas, literalmente, e, voluntariamente, partiram para ação no combate ao avanço do coronavírus usando a principal arma que eles têm: o conhecimento, e estão produzindo na própria universidade álcool 70º e máscaras descartáveis para distribuição gratuita, inicialmente, à comunidade acadêmica e, em seguida, estendendo a distribuição do álcool em redes de saúde municipais e entidades públicas, além de asilos. Os voluntários, que na sua maioria tem formação em química, de diferentes institutos acadêmicos da Rural, começaram a agir assim que a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária liberou a produção do álcool e desinfetantes destinados a antissepsia e sanitização sem autorização prévia para atender a sociedade como item de proteção ao avanço do coronavírus. Três dias após a liberação da Anvisa, numa segunda-feira, dia 23 de março, estava formado o grupo de voluntários intitulados “70 Rural”.

ÁLCOOL 70º ACESSÍVEL
Inicialmente, reuniram uma quantidade de 80 litros de álcool 92,8º INPM disponíveis nos departamentos e almoxarifados que são usados para pesquisa e aulas práticas e diluíram a 70º INPM para distribuírem, primeiramente ao público interno, como alunos que permaneceram nos alojamentos e servidores que continuaram a trabalhar, entre guardas, vigilantes, dos setores financeiros e de compras e setores com animais.
Com o resultado positivo dessa ação, os próprios servidores contribuíram com mais insumos e, com isso, passaram a atender com oferta de álcool 70º aos asilos do município de Seropédica. Vieram mais doações que possibilitaram abastecer as redes de Saúde dos municípios de Seropédica, Itaguaí, Queimados, Berford Roxo, São João de Meriti, Nilópolis e parte de Nova Iguaçu (Hospital da Posse e em alguns postos de saúde), além do Instituto Fernandes Figueira, Hospital Miguel Couto, Corpo de Bombeiros, Correios e 24º Batalhão de Polícia Militar. Em quase um mês já conseguiram entregar 4.377 litros de álcool 70º.
A BR Distribuidora doou três mil litros de etanol para o grupo 70 Rural, que transformou o produto em sanitizante, para limpezas de superfície, uma vez que era impróprio para antissepsia por conter resíduos de hidrocarboneto e metanol.  Um terço desse volume, mil litros, foi repassado no dia 15 de abril para a CUFA – Central Única das Favelas, que vai pulverizar o sanitizante em comunidades carentes do município do Rio de Janeiro.
O ÁLCOOL 70º atende a diversas redes de saúde municipais da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

MÁCARAS DESCARTÁVEIS
Com a projeção do projeto de produção do álcool, veio a proposta de produção de máscaras descartáveis para proteção à comunidade acadêmica pela Unidade de Produção de Artigos Têxteis – UPAT, ligada ao departamento de Economia Doméstica e Hotelaria – DEDH.
Neste projeto estão envolvidos, também voluntariamente, os professores da UPAT, técnicos e alunos do DEDH, além de costureiras que passaram a produzir em máquinas domésticas máscaras descartáveis em TNT, seguindo as normas de segurança da Anvisa, que estabeleceu requisitos para a fabricação de dispositivos médicos relacionados ao coronavírus.
Ao todo foram produzidas 500 máscaras até meado de abril e a Divisão de Saúde (Postinho) da Rural foi o primeiro setor a receber o equipamento de proteção individual, que também foi disponibilizado aos alunos e servidores que permanecem trabalhando na universidade nesse período de quarentena.
ALÉM DE professores e alunos, comunidade também participar da ação
FAPUR RECEBE DOAÇÃO
A Universidade Rural estabeleceu um convênio com a FAPUR – Fundação de Apoio a Pesquisa Científica e Tecnológica da UFRRJ, seu “braço” de apoio, inclusive, com a comunidade, que permitiu a criação de um fundo emergencial, chamado Fundo de Atenção à Covid-19, para captar recursos financeiros de pessoas físicas e jurídicas para aquisição de insumos destinados a fabricação e álcool 70º e máscaras, bem como para a promoção de ações destinadas à prevenção de disseminação do Covid-19.
A doação é feita através de depósito identificado em conta corrente da FAPUR no Banco do Brasil (ver http://www.fapur.org.br/alcool70/).
A coordenadora do grupo 70 Rural é a professora de físico-química Clarissa Oliveira da Silva, também vice-presidente da FAPUR e gestora do fundo. Clarissa disse à reportagem do Jornal Atual que os recursos estão acabando, com saldo de pouco mais de R$ 300 na conta, o que impossibilita a compra de mais produtos colocando, com isso, o projeto, que tem no estoque pouco mais de 500 litros de álcool 70º. Para se ter uma ideia, somente as redes de Saúde de Seropédica e Itaguaí consomem semanalmente 265 e 340 litros, cada respectivamente.
O grupo 70 Rural vem recebendo doações, além de recursos de projetos de professores, luvas e embalagens de pessoas físicas e pequenas empresas, bem como da Agribio, empresa graduada pela incubadora da UFRRJ, atuante no ramo de defensivos agrícolas biológicos para agricultura orgânica, que mantém convênio com a universidade, que além de doar 800 embalagens colocou a disposição sua planta para a produção do álcool.
Para se ter uma ideia da capacidade de produção de álcool 70º, o grupo 70 Rural consegue produzir 1500 litros por semana, enquanto na sede da Agribio a capacidade sobe para 2.000 litros diários.
Para Clarissa, o trabalho voluntariado que eles se propuseram a fazer não é nenhum tipo de caridade, “É uma necessidade. Estamos enfrentando um problema de saúde publica. É uma tentativa de participação da universidade na solução de um problema que é de todos. A saúde pública é um conceito maior. Em grandes metrópoles, em particular, está pandemia mostra que a saúde do outro é, sim, um problema seu. Ele pode te contaminar, ocupar um leito que você usaria…. Em suma, tentamos colaborar pra minimizar o contágio e achatar a curva, diluindo o contágio no tempo. Enquanto pudermos diluir e distribuir, vamos diluir e distribuir. É uma questão de responsabilidade social. Não caritativa. Seria bom que as pessoas pudessem entender que todos fazem parte disto”, destaca a coordenadora do grupo 70 Rural.
Share:

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Coppolla retornará à Jovem Pan após acordo com a CNN Brasil Na emissora de rádio, ele apresentará um boletim diário com seus comentários

   comentarista Caio Coppolla voltará a fazer comentários políticos na Jovem Pan. Ele fechou um acordo com a CNN Brasil e apresentará um bol...

Redação: O site JVHOPENOTICIAS é um veículo comunicação independente com notícias do Brasil e do Mundo. Nossa missão é levar ao público a verdade dos fatos, sempre com informações de fontes seguras e confiáveis para você formar sua própria opinião.

Comentarios

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

Seguidores

FISIHOLISTICO