terça-feira, 9 de junho de 2020

Autores de estudo que ‘refutava’ uso da cloroquina no combate ao COVID-19 pedem retratação

Autores de estudo que ‘refutava’ uso da cloroquina no combate ao COVID-19 pedem retratação.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) após receber um artigo científico sobre o uso da cloroquina resultar em riscos cardíacos fortes em pacientes com coronavírus, interrompeu a indicação do medicamento, mas os dados utilizados pelo estudo foram contestadas por mais de 120 cientistas de diversos países.
A deputada estadual, Ana Caroline Campagnolo questionou sobre a decisão e estudo científico tendencioso:
“Após afirmar em artigo científico que o uso da hidroxicloroquina não é eficaz e pode causar riscos cardíacos para pacientes de covid-19, a revista médica The Lancet – uma das mais antigas e respeitadas publicações da área – foi questionada publicamente pela metodologia e pelo viés nos resultados do estudo.

Autores de estudo que refutava uso da cloroquina no combate ao COVID-19 pedem retratação

A pesquisa, que levou a Organização Mundial de Saúde (OMS) a interromper os testes globais da hidroxicloroquina, foi interpelada por cientistas australianos após a constatação da discrepância em relação aos números obtidos em seu país, indicando a possível fraude dos dados que serviram como fontes primárias.
Em carta aberta ao público, 120 cientistas médicos, pesquisadores e estatísticos de várias partes do mundo, em especial Itália, França, Espanha e Estados Unidos, afirmaram que os dados utilizados não têm fundamentação sólida, já que os nomes dos pacientes e os hospitais onde os números teriam sido registrados não estão disponíveis para consulta, apontando uma falta de “revisão ética” na publicação.
O artigo afirmava demonstrar que os pacientes contaminados com a covid-19 tratados com a cloroquina estavam morrendo a taxas mais altas e sofrendo mais complicações relacionadas ao coração do que outros pacientes com vírus.
A “The Lancet” publicou, na quinta-feira (04/06), uma nota de retratação dos autores, que admitiram não poder garantir a veracidade dos resultados após solicitar uma auditoria independente e não conseguir ter acesso ao conjunto completo de informações reunidas pelo trabalho da empresa que forneceu a base de dados utilizada.
O artigo não poderá mais ser citado em outras pesquisas científicas, mas certamente continuará servindo por bastante tempo como fonte para as narrativas propagadas no Brasil pela torcida organizada do vírus.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção

* O SITE JV HOPE NOTICIAS- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião do JV HOPE NOTICIAS

Comentarios

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JV noticias. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JV noticias poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. . Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!
Ligue para o número 100, do Disque Denúncia Nacional
Copyright © JV NOTICIAS | Suporte: JV NOTICIAS