quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Embaixadora e senador levarão a Putin carta em que Bolsonaro pede soltura de brasileiro Robson-

 


Mensagem deve ser entregue na próxima semana, diz Nelsinho Trad. Motorista foi detido há mais de um ano por levar substância proibida em mala, a pedido da família do jogador Fernando.

FONTE:https://g1.globo.com/


O presidente Jair Bolsonaro deve enviar na próxima semana uma carta ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, para pedir a soltura do brasileiro Robson Oliveira – preso em 2019 ao entrar no país europeu com duas caixas de remédios para a família do jogador de futebol Fernando.

O documento deve ser levado à Rússia pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS), presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, e pela secretária de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Ministério das Relações Exteriores, embaixadora Márcia Donner Abreu.

Fernando admite que remédio levado à Rússia era para o sogro: veja entrevista na íntegra
--:--/--:--

Fernando admite que remédio levado à Rússia era para o sogro: veja entrevista na íntegra

A viagem já havia sido marcada porque, na quarta-feira (28), a embaixadora participa de uma "Reunião de Consultas Políticas Brasil-Rússia". A carta deve ser entregue ao governo russo na mesma oportunidade.

"Na ocasião, a Embaixadora será portadora de carta dirigida pelo Senhor Presidente da República ao Presidente Vladimir Putin pedindo a ajuda do alto mandatário russo no bom encaminhamento do caso do cidadão brasileiro Robson Nascimento de Oliveira, ora detido naquele país", afirma ofício encaminhado ao Senado nesta quarta pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

À TV Globo, Nelsinho Trad afirmou que recebeu uma ligação do próprio presidente Jair Bolsonaro, pedindo ajuda para tratar do tema com o governo russo.

A comitiva deve embarcar para a Rússia na próxima segunda (26), com retorno ao Brasil marcado para sexta-feira (30). Não há data definida para que a Justiça russa julgue o caso de Robson.

Apoio de Bolsonaro

No último dia 6, o presidente Jair Bolsonaro já havia afirmado em redes sociais que faria contato com o governo Putin para pedir a liberação de Robson Oliveira. O caso foi revelado em reportagens exclusivas do "Esporte Espetacular".

"A justiça russa é bastante rígida, mas um perdão do Governo local será buscado por nós. Entramos no caso e o Brasil buscará, diplomaticamente, o retorno de Robson ao Brasil", escreveu Bolsonaro naquele momento.

O caso foi levado à presidência da República pelo jogador Felipe Melo, do Palmeiras. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também declarou em entrevista que pretendia discutir o caso com Bolsonaro.

Caso Robson

Robson Oliveira e a esposa, Simone, trabalhavam para a família do jogador Fernando quando ele atuava no time Spartak, de Moscou. Em uma das viagens para a Rússia, o motorista levou para a família de Fernando duas caixas de cloridrato de metadona – um medicamento legalizado no Brasil, mas proibido em território russo.

O caso foi revelado pelo "Esporte Espetacular" ainda em 2019. Na época, Robson Oliveira disse que não sabia o que havia na mala, e que a família havia indicado a existência apenas de roupas e mantimentos na bagagem.

O brasileiro acabou detido no aeroporto em Moscou, e preso trinta dias depois, acusado de ser dono do medicamento. Nem Fernando, nem a esposa do jogador, Rafaela Rivoredo, nem o pai de Rafaela, William Pereira de Faria, confirmaram para as autoridades russas que o medicamento era de William.

O sogro de Fernando, William Faria – a quem seria destinado o medicamento – não prestou qualquer esclarecimento para a polícia russa. No dia 6 de junho de 2019, três meses após a prisão de Robson, Fernando disse em depoimento não saber de que modo os remédios foram recebidos por Robson no Brasil, nem a forma de entrega (na mala ou em caixas de remédios não empacotadas) e acrescentou que não mantinha contato com o sogro.

Fernando e a esposa se mudaram para a China ainda em 2019, após o jogador ter acertado uma transferência do Spartak para o Beijing Guoan. Os pais de Rafaela deixaram a Rússia uma semana após a prisão de Robson.


Janaína Paschoal

Página curtida · 24 min 
 
Meus cumprimentos ao Presidente Jair Bolsonaro e ao Senador Trad, por atuarem em defesa deste injustiçado brasileiro. Quem leva remédio a um doente não pode ser tratado como traficante! Pedimos clemência a Putin!


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Atenção

* O SITE JV HOPE NOTICIAS- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião do JV HOPE NOTICIAS

ATENÇÃO

Redação: O site JV NOTICIAS é um veículo comunicação independente com notícias do Brasil e do Mundo. Nossa missão é levar ao público a verdade dos fatos, sempre com informações de fontes seguras e confiáveis para você formar sua própria opinião.

Comentarios

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do JV noticias. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O JV noticias poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto. . Os comentários que estiverem escritos em letras maiúsculas e tiverem links serão rejeitados

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!

Atenção: Violência sexual contra criança e adolescente é crime!
Ligue para o número 100, do Disque Denúncia Nacional
Copyright © JV NOTICIAS | Suporte: JV NOTICIAS