quinta-feira, 25 de março de 2021

Covid no Brasil: Média de mortes tem 1ª queda após 1 mês de alta Levantamento foi divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz

 

O país teve nesta última quarta-feira (24) sua primeira queda no número de mortes diárias por Covid-19, depois de um mês de altas e recordes sucessivos, segundo a média móvel de sete dias divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Houve uma média de 2.272 óbitos, abaixo dos 2.364 do dia anterior.

Apesar do recuo, o número ainda está em um patamar alto, mais que o dobro do verificado um mês antes (1.123 óbitos) e 40% mais alto do que 14 dias antes (1.626 mortes).

O total de casos diários chegou a 75.167, também segundo a média móvel de sete dias, um patamar ainda próximo do volume recorde de 22 de março (75.416 casos).

A média de móvel de sete dias, divulgada pela Fiocruz, é calculada somando-se os registros do dia com os seis anteriores e dividindo o resultado dessa soma por sete. O número é diferente do divulgado pelo Ministério da Saúde, que mostra as ocorrências de um dia específico.

*Com informações da Agência Brasil e pelnonews

Compartilhar:

UM PRESIDENTE ASSIM JAMAIS SE SUBMETE A MINISTROS DO STF...

 


UM PRESIDENTE ASSIM JAMAIS SE SUBMETE A MINISTROS DO STF...

nem a políticos corruptos; não dá mole pra prefeitos e governadores ladrões e muito menos para os bandidos, ladrões, arruaceiros, pervertidos da esquerda socialista comunista.
FONTE>FABIO COSTA
Compartilhar:

terça-feira, 23 de março de 2021

Garoto russo destrói micro-ondas para criar arma poderosa e perigosa [vídeo]

 


Nas imagens divulgadas pelo canal russo Kreosan, é possível ver que um garoto sem qualquer proteção especial utilizando o forno de micro-ondas para direcionar energia por meio de uma antena até os objetos que serão destruídos — como pode ser visto no momento em que ele explode o aparelho de som.

“O que será que aconteceria se eu desmontasse um micro-ondas para fazer uma arma de destruição?” Veja no vídeo abaixo a resposta.

O GIF abaixo mostra ele exibindo a energia ativada em diversos condutores.

Não faça isso na sua casa.

A energia direcionada pode causar danos complicados e a explosão de objetos pode resultar em fragmentos em alta velocidade que podem voar em sua direção.

Achou útil essa informação? Compartilhe com seus amigos! 🙂

fonte:https://engenhariae.com.br/

Compartilhar:

segunda-feira, 22 de março de 2021

IVERMECTINA NO COMBATE A COVID-19: Pacientes relatam uso de medicamento no tratamento precoce



Pacientes relatam o uso da Ivermectina no combate à Covid-19 no Brasil. Confira mais informações na reportagem: O Alerta Nacional é exibido às 18h00 (horário de Brasília) de segunda a sábado, na TV A Crítica (TV Aberta 04 | Claro TV 514). Se inscreva no Canal: https://cutt.ly/7hwGlkz Acompanhe a TV A Crítica no Youtube e nas redes sociais: Facebook: https://www.facebook.com/alertaamazonas Instagram: https://www.instagram.com/tvacriticao... Instagram: https://www.instagram.com/programaale... Twitter: https://twitter.com/tvacritica
MOSTRAR MENOS



 

Compartilhar:

IVERMECTINA: Biomédico RESPONDE à Live Alexandre Garcia (Opinião Sincera





TRATAMENTO PRECOCE SALVA VIDAS era o nome da live que aconteceu no canal do Alexandre Garcia. Esse vídeo reuniu vários médicos que discutiram os benefícios do tratamento precoce com ivermectina, cloroquina e azitromicina na COVID-19. Quais medicamentos podem ser dados na fase precoce da COVID-19? Mas será que já temos remédios para isso? Existem remédios capazes de diminuir a replicação do coronavírus nos primeiros dias da doença? O que a ciência nos diz sobre isso? Eu sou Biomédico formado pela UFMG, Mestre em Inovação Tecnológica também pela UFMG e entendo bem do processo que é o teste clínico e o desenvolvimento de medicamentos e eu resolvi mostrar pra vocês o que vocês podem e o que vocês não podem confiar no que foi falado naquele vídeo. Eu separei alguns momentos da live pra reagir e fazer esse react, então vem comigo e seja bem-vindo ao Olá, Ciência. Agradecemos, de coração, aos Super Apoiadores e Parceiros do Canal que permitiram com que esse vídeo fosse possível: Cláudio Machado Pedro Oliveira Juliana Ximenes Nilton Costa Junior Lívio Gibosky Costa Rafael Marinho Thamiris Dornelas Antônio Carlos de Araújo Werner Piana Este canal faz parte do Science Vlogs Brasil, um selo de qualidade colaborativo que reúne os divulgadores de ciência mais confiáveis do YouTube Brasil. Conheça todos os canais: youtube.com/c/sciencevlogsbrasil
MOSTRAR MENOS




 

Compartilhar:

Cresci vendo um nordestino, um negro, um galã de circo e um caipirinha (Didi, Mussum, Dedé e Zaca) formando um dos maiores grupos de humor do Brasil,

 


Esse país está muito chato!

Tenho 58 anos e cresci vendo uma negra  como âncora do Fantástico (Glória Maria).

Cresci vendo um nordestino, um negro, um galã de circo e um caipirinha (Didi, Mussum, Dedé e Zaca) formando um dos maiores grupos de humor do Brasil, os trapalhões, fazendo piadas e críticas ao sistema que hoje jamais seriam aceitas pela sociedade, como homossexualidade e problemas de dependência química com o álcool. Também vi um Grupo heterogêneo como o Casseta e Planeta, que tinha negro, branco e homossexual, fazendo piadas de mesmas temáticas que os trapalhões, serem referência de humor, detalhe, ambos na Globo.

Cresci vendo um travesti participando de todos os programas da família Brasileira sem nenhum problema (Rogeria). Cresci vendo um negro Gay (Jorge Lafond) ser um dos grandes nomes do humor nacional. Cresci vendo uma transexual ser padrão de beleza feminina e capa de revista masculina (Roberta Close). 

Cresci vendo um Gay, com roupas não ortodoxas, ser um dos maiores cantores e voz do Brasil (Ney Matogrosso). Aliás, por falar em música, cresci tendo ídolos gays na música, como Cazuza e Renato Russo, fazendo críticas belíssimas ao sistema. Cresci vendo uma banda muito engraçada fazendo musicas zoando tudo que hoje é considerado impróprio, fazendo maior sucesso e criticando, de forma bem humorada essas situações (Mamonas Assassinas).      .            

 Testemunhei um cantor gago, ex garçom, se tornar a voz romântica mais famosa desse país (Nelson Gonçalves). Por falar em Nelson, vi um outro, anão, fazer tanto sucesso quanto.

Cresci vendo um negro e um nordestino serem a maior

Referência cultural da MPB (Gil e Caetano).

Eu cresci vendo um homem gordo, zoando sua própria gordura, se tornar o apresentador mais bem pago do país (Faustão).

Cresci vendo um homossexual extremamente requintado, inteligente, em programas de família brasileira ser amado por muitos e ainda ter virado um dos políticos mais bem votados desse país (Clodovil) explicando que a sexualidade é um direito de cada um, e isso não tem nada a ver com o seu valor enquanto Ser humano. 

Cresci vendo que a melhor maneira de defender seus direitos é abertamente expressá-los de forma educada e inteligente.

Eu cresci entendendo que preconceitos são estupidez, pois toda a minha formação foi com bons exemplos de representantes de todas as classes, em um país, que normalizou a presença de todos em programas de televisão, aonde tudo era discutido sem nenhum pudor.

Cresci entendendo de verdade o que era liberdade de expressão. Infelizmente, hoje com esse Mimimi da porra, não temos mais liberdade de expressão. Tudo que citei acima seria execrado por essa Nova sociedade chata para cacete!!

Hoje a “resistência” luta contra “monstros” e rótulos que ela mesma criou e tudo tornou-se proibido e preconceituoso.

Geração chata do caralho!!! Queria esse Brasil de volta.

Ah, quase esqueci do Jô Soares, com o seu beijo do Gordo e a incomparável, Escolinha do professor Raimundo, com todas as classes representadas... Gay, evangélica, malandro, marombeiro etc!  

E nem conto os apelidos que tive e que me chamavam,  nem sou frustrado por esse motivo e não era bullying !

Autor: Anônimo.


Compartilhar:

sexta-feira, 19 de março de 2021

 

"Mais cedo ou mais tarde essa mistura inflamável de ignorância e poder vai explodir na nossa cara."
Carl Sagan




TOMARA QUE ESSA DOENÇA, além da dor e do sofrimento que vem causando, também nos DESPERTE para a dura realidade que precisa ser eliminada, a começar pelas REGALIAS E PRIVILÉGIOS dos nossos políticos, cuja consequência é a maior das pragas contra os seres humanos: a miséria em todos os sentidos.

- Se o povo não derrubá-los desses pedestais, nosso país jamais será transformado.
fonte:FABIO COSTA
Compartilhar:

Quando despertarmos para a GRANDE VERDADE

Quando despertarmos para a GRANDE VERDADE, veremos que não importa se o fruto parece "bom" ou "mal". Somos nós que pagamos por eles... e eles são colhidos da mesma ÁRVORE.

Compartilhar:

Se a gente NÃO reagir com FIRMEZA, os próximos passos deles serão: controlar de vez a internet;

 

Se a gente NÃO reagir com FIRMEZA, os próximos passos deles serão: controlar de vez a internet; INVADIR NOSSAS CASAS e aplicar a "VACHINA" á força; prender quem não concorda com as ideologias doentias socialistas comunistas progressistas; e por fim, TOMARÃO O PODER e farão a seguinte declaração: O Brasil tornou-se uma DITADURA COMUNISTA, com apoio do povo.

Aí, o "XixiPing" vai aparecer na TV em rede nacional, e dizer que a partir desse dia, seremos uma colônia "xineza", sob os cuidados dos "companheiros" da esquerda brasileira, aqueles mesmos "companheiros" que alguns idiotas acreditam, até hoje, que eles se preocupam com pobres, negros, gays, lésbicas, índios...

E então, NADA MAIS poderá ser feito, por que aqueles que não se submeterem ao DITADOR ASSASSINO e não o adorarem como uma espécie de "deus" salvador do povo, serão aprisionados para "reeducação e para ressocialização" ou exterminados pelo bem da humanidade.
- Se você não acredita, pesquise. 

FONTE:FABIO COSTA


Compartilhar:

QUEM DE FATO TEM O PODER PARA ACABAR COM TUDO ISSO? Sem depender de nenhum partido, nenhum político nem sindicatos, são:

imagem;https://lh3.googleusercontent.com/

 - Faxineiros e empregados domésticos que trabalham nas casas e nas mansões deles.

- Mecânicos que consertam os caríssimos carros importados deles.
- Motoristas deles.
- Boys de escritório das empresas deles.
- Perssonais Trading deles.
- Médicos e enfermeiros particulares deles.
- Soldados, cabos e sargentos.
- Lixeiros.
- Assessores deles.
- Gerentes das empresas deles.
- Feirantes.
- Policiais subalternos.
- Pedreiros.
- Motoboys.
- Ascensoristas.
- Porteiros dos prédios deles
entre outros que são a maioria e tem tudo para se impor e mostrar a ELES quem é que manda.
O PROBLEMA É QUE "ELES", POR SÉCULOS, TRABALHARAM AS MENTES DAS PESSOAS PARA QUE SE VEJAM COMO INFERIORES A "ELES", DEPENDENTES DELES E TER MEDO DE PERDER A FONTE DAS SUAS SOBREVIVÊNCIAS E APARENTE CONFORTO.
Então, nos limitamos as redes sociais ou aguardamos as próximas eleições, acreditando que elegeremos POLÍTICOS melhores. Mas esquecemos que "OS POLÍTICOS" não farão nada MELHOR POR NÓS, PORQUE OS POLÍTICOS, ASSIM QUE SÃO ELEITOS, PASSAM A FAZER PARTE DOS ESQUEMAS DE PODER e riqueza "DELES". E quem quer perder o poder ou os privilégios de usar como bem entender, e roubar o dinheiro que o POVO TRABALHA, SUA E SANGRA PARA GANHAR e depois, entregam a ELES todos os dias?
Fonte:Fábio Costa
1 comentário
4 compartilhamentos
Curtir
Comentar
Compartilhar
Compartilhar:

quinta-feira, 18 de março de 2021

Município prorroga medidas de proteção à vida até 22 de março e estabelece novas restrições como forma de prevenção à Covid-19



Início/ Cidade NotíciasSaúdeVigilância Sanitária/ Município prorroga medidas de proteção à vida até 22 de março e estabelece novas restrições como forma de prevenção à Covid-19 Paes afirmou que vai agir com rigor se não cumprirem as novas medidas restritivas - Ricardo Cassiano/Prefeitura do Rio Com o objetivo de prevenir a disseminação da Covid-19 e dar fim às aglomerações, a Prefeitura do Rio publicou o Decreto nº 48.604, no Diário Oficial desta quinta-feira (11/3), que prorroga até 22 de março as medidas de proteção à vida instituídas na semana passada. O texto estabeleceu algumas modificações em relação ao documento anterior, como os horários escalonados de funcionamento de comércio, serviços e administração pública, para melhor distribuir o fluxo diário de passageiros nos transportes públicos e, assim, evitar as aglomerações. Além disso, quiosques e ambulantes poderão voltar a atuar nas praias com horários específicos. Confira a íntegra do Decreto nº 48.604 – A gente tem uma ampliação de números de casos de pessoas que procuram a rede pública com sintomas da Covid-19. É esse número que nos faz tomar medidas preventivas. O que estamos tentando fazer neste momento é evitar que a curva de mortes cresça. Como faz isso? Com tratamento adequado, porque na hora que tiver superlotação não vai conseguir dar tratamento clínico nenhum – afirmou o prefeito do Rio, Eduardo Paes, ao comentar sobre as novas medidas, que passam a valer a partir da 0h de sexta-feira (12/03). De acordo com o novo decreto, o setor de serviços poderá funcionar de 8h às 17h; a administração pública de 9h às 19h; e o comércio em geral, de 10h30 às 21h. Os estabelecimentos dentro de shoppings e centros comerciais deverão seguir, obrigatoriamente, esse horário escalonado. Essas medidas foram discutidas com as entidades empresariais. – Respeitem as regras! Esses horários não são facultativos, são compulsórios. Identificamos que os principais vetores de contaminação (do vírus) são o transporte público, estabelecimentos de bares e restaurantes, e eventos. Agora tem neste decreto também que, se não respeitar, nós vamos agir com muito rigor e podemos fechar por 15 dias ou até definitivamente – explicou Paes, lembrando que o setor de bares, quiosques e restaurantes agora poderá funcionar até as 21h, enquanto ambulantes e barracas fixas nas praias poderão trabalhar até as 17h. Está mantida a proibição da permanência de pessoas em vias públicas das 23h às 5h. O prefeito voltou a fazer um apelo à população para que respeite as novas medidas, além das regras sanitárias já amplamente divulgadas. – É importante que se entenda isso. Se as pessoas não usarem máscara, não mantiverem o mínimo de distanciamento social, se não usarem álcool em gel vão transmitir a doença, vão adoecer e vão colaborar para a superlotação dos hospitais. Essa pandemia é a coisa mais anticarioca que existe, somos uma cidade que gosta de abraçar e aglomerar, mas nesse momento específico isso não é adequado. Por isso a restrição. Evitar agora para não ter que ficar chorando a morte de ninguém depois – disse o prefeito, durante a divulgação da 10ª edição do Boletim Epidemiológico da Covid-19, nesta quinta-feira, no Centro de Operações Rio (COR), na Cidade Nova. Entre as sanções para quem descumprir as medidas, está uma multa gravíssima, cujo valor varia de R$ 14.060,74 a R$ 56.242,92. Prevista no Código Sanitário em vigor, ela será aplicada em casos reincidentes. – A tolerância vai ser zero. Não vai ser tolerado nenhum tipo de aglomeração. Se descumprir, se aglomerar, o bar será fechado por 15 dias. Está todo mundo mais do que avisado, a gente já comunicou diversas vezes, principalmente à associação de bares e restaurantes – alertou o secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz. O município do Rio totaliza, desde o início da pandemia, 211.075 casos de Covid-19, com 19.207 óbitos. No ano passado, a taxa de incidência da doença foi de 2.863,6 por 100 mil habitantes, com letalidade de 9,3% e taxa de mortalidade de 267,1/100 mil. Já em 2021, a incidência está em 305/100 mil, a letalidade em 7% e a mortalidade, em 21,2/100 mil. Os óbitos mantêm a tendência de queda, porém os atendimentos de casos suspeitos nas unidades de urgência e emergência aumentaram, o que contribuiu para a decisão da Prefeitura em prorrogar as novas medidas restritivas. Apesar de o panorama da cidade continuar a apresentar tendência de melhora, algumas circunstâncias mantiveram o Centro de Operações de Emergências (COE COVID-19 RIO) em alerta. Entre elas, o crescente número de casos de novas variantes do Rio detectadas na cidade, que chegou a 43 nesta semana, o Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19 Fiocruz/Ministério da Saúde, de 2 de março, que verificou o agravamento simultâneo de diversos indicadores no país, e a sobrecarga da rede pública de saúde, com o aumento de casos de síndrome gripal e de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Principais medidas restritivas e fiscalização As ações de fiscalização na cidade estão intensificadas para garantir que as normas restritivas de proteção à vida sejam cumpridas. Ações integradas desde o dia 15 de janeiro entre a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), o Instituto de Vigilância Sanitária (Ivisa-Rio), a Guarda Municipal e a Defesa Civil já passaram por 58 bairros, contabilizando 769 inspeções em estabelecimentos, 482 infrações sanitárias e 135 interdições. Confira abaixo as novas medidas restritivas: Horários escalonados de funcionamento: Serviços: 8h às 17h Administração pública: 9h às 19h Comércio em geral: 10h30 às 21h OBS: Os estabelecimentos dentro de shoppings e centros comerciais deverão seguir, obrigatoriamente, o horário estipulado para a natureza da atividade. Estão proibidos: Permanência de pessoas em vias públicas das 23h às 5h Eventos e festas em áreas públicas e particulares, incluindo rodas de samba Funcionamento de boates e casas de espetáculos Exposição à venda ou comercialização de bebidas alcoólicas em bancas de jornais e revistas Regras de funcionamento: Bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques podem funcionar até as 21h. Após esse horário, é permitida entrega em domicílio, drive-thru, entrega rápida com retirada no estabelecimento. Não é permitido o consumo nos locais. Serviço nas praias e na orla marítima, inclusive comércio ambulante fixo e itinerante: podem funcionar até 17h Todas as atividades econômicas com atendimento presencial deverão respeitar a lotação máxima de 40% Exceções: Estão dentro do artigo nº 11, que diz que estão excluídos da resolução e devem seguir as regras da resolução SES/SMS – 871 de 12/01/21: Academia Piscina de condomínio Consultórios Farmácias Posto de gasolina e conveniência Padarias Sanções previstas: Valor máximo da multa individual: R$ 562,42 (Ex: pessoas sem máscaras, aglomerações e outros) Apreensão de mercadorias, produtos, bens, equipamentos, instrumentos musicais, entre outros Interdição do estabelecimento Multa gravíssima: de R$ 14.060,74 a R$ 56.242,92 Casos de novas variantes do coronavírus Nesta semana, foram identificados 18 novos casos da variante brasileira do coronavírus (P.1) no estado. Na cidade, o total de casos detectados de novas cepas chega a 43 (42 da P.1 e um da variante britânica B.1.1.7). Desse número, 13 são de residentes da cidade (um em Olaria, Freguesia, Laranjeiras, Copacabana, Recreio, Centro, Anchieta, Sampaio; dois no Cachambi e três em Manguinhos); 23 são de Manaus (AM) e que vieram transferidos para serem internados no Rio; três são de Rondônia; e quatro de outros municípios fluminenses. Dos casos de residentes na cidade do Rio, nove são autóctones, ou seja, foram contraídos localmente; enquanto outros quatro pacientes tinham histórico de viagens poucos dias antes de apresentarem os primeiros sintomas. Duas pessoas morreram. Mais de 574 mil doses de vacinas aplicadas A vacinação segue e o Rio é uma das primeiras capitais a alcançar 6,7% de cobertura da população, com 451.892 pessoas que já tomaram, pelo menos, a primeira dose da vacina. No grupo prioritário dos idosos, já são 26,73% vacinados com, pelo menos, a primeira dose. O total de doses aplicadas até o momento, entre primeira e segunda, chega a 574.215. A vacinação segue nesta quinta para as pessoas de 76 anos, e nos próximos dois dias para as de 75, com direito a repescagem no sábado. Nesta quarta (10/03), o município retirou 63.350 doses no depósito do Estado, o que será suficiente para a vacinação pelo menos até este sábado.
fonte:https://prefeitura.rio/
Compartilhar:

quarta-feira, 17 de março de 2021

FONTE: https://pleno.news/br

Em meio à pandemia de Covid-19, um grupo formado por 310 médicos de Fortaleza (CE) assinou um manifesto em defesa do presidente Jair Bolsonaro e de sua atuação na pandemia de Covid-19. No documento, o grupo ressalta que Bolsonaro foi o único presidente que “derramou o próprio sangue pelo Brasil”, aponta que ele vem “sofrendo perseguições incessantes”, mas confirma que o presidente “demonstra a todos que a resiliência é, antes de tudo, uma virtude dos guerreiros e patriotas”

Os médicos apontam ainda que, em conjunto com uma parcela da mídia, “detratores vêm tentando promover e disseminar o caos e [o] terror no Brasil com o único intuito de enfraquecer o Governo Federal” e que “tais ataques intencionam atribuir a culpa do fracasso na condução da pandemia ao Governo Federal, sem considerar que as esferas estaduais e municipais têm total autonomia e responsabilidade conjuntas na gestão de recursos para enfrentamento da pandemia, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no ano de 2020”.

O texto, que consta com o número CRM dos profissionais de saúde, defende ainda o “atendimento precoce, com todos os medicamentos que tenham respaldo científico imparcial, para tentar reduzir a incidência e [o] surgimento de casos graves da doença”.

Além disso, o documento enaltece Bolsonaro: “Por tudo o que vem fazendo em prol de nossa nação, ele é digno de ocupar o cargo pelo qual foi eleito com mais de 57 milhões de votos válidos. Os recursos direcionados aos estados e municípios, além dos auxílios emergenciais aos vulneráveis, evidenciam a preocupação de nosso presidente em sair dessa crise o mais brevemente possível. E atualmente sua luta incessante para adquirir vacinas, apesar de sabermos que a dificuldade de obtenção é a nível mundial, até em países mais desenvolvidos economicamente…”.

Ao final, o grupo afirma: “Não precisamos de ataques com fins de ganhos políticos. Queremos vidas. Não queremos brigas, discursos de ódio e politização”.

Leia o manifesto completo aqui:

Nós, médicos das mais diversas especialidades, preocupados em servir à sociedade , já vivenciamos muitas batalhas, inclusive, encarando inúmeras dificuldades no atendimento à população, não esmorecemos em nossa missão de servir e curar.

Testemunhamos a gestão de diversos governos em nível nacional. Decepcionamo-nos com vários e, em 2018, elegemos Jair Messias Bolsonaro. Até agora – em nossa concepção –, o único presidente da República que, literalmente, derramou o próprio sangue pelo Brasil.

Apesar de todo o seu empenho e dedicação, o nosso presidente vem sofrendo perseguições incessantes. Mesmo assim, ele demonstra a todos que a resiliência é, antes de tudo, uma virtude dos guerreiros e patriotas.

Nesse contexto, preparamos este manifesto no sentido de dar total apoio à luta, ao sacrifício, à verdade, ao comprometimento, esforço, honestidade, decência, coragem, dignidade e amor ao nosso país que o presidente Jair Messias Bolsonaro vem apresentando ao longo de seu governo, no intuito de livrar a sociedade brasileira do abandono e da corrupção histórica causados por diversos grupos políticos oportunistas. Em conjunto com uma parcela da mídia, esses detratores vêm tentando promover e disseminar o caos e terror no Brasil com o único intuito de enfraquecer o Governo Federal. Tais elementos não cansam de disseminar discursos de ódio e inverdades sobre o nosso presidente, que foi democraticamente eleito.

O presidente luta contra um sistema organizado por grupos de setores pontuais da sociedade, aliados a governadores e prefeitos esquerdistas. Em geral, estes opositores se autodenominam representantes de classes. Porém, seus reais objetivos em nada representam nossos anseios, demonstrando que apenas visam interesses próprios. As táticas de manipulação usadas em suas ações são sempre as mesmas e objetivam a propagação da desunião, sem sequer considerar o difícil momento que nosso país e o mundo vêm enfrentando. Tais ataques intencionam atribuir a culpa do fracasso na condução da pandemia ao Governo Federal, sem considerar que as esferas estaduais e municipais têm total autonomia e responsabilidade conjuntas na gestão de recursos para enfrentamento da pandemia, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) no ano de 2020.

O desrespeito às instituições pátrias fica evidente ao difamarem o presidente da República como um genocida, fenômeno difamatório que repercutiu em toda a imprensa internacional.

Ao mesmo tempo, isentam seus aliados, governadores e prefeitos, da responsabilidade pelas mortes causadas pela pandemia.

Reforçamos, ainda, neste manifesto, nosso apoio ao uso de máscaras, à vacinação segura e eficaz de maneira responsável, como meio eficaz para cessar a pandemia , mas que não ocasione riscos à saúde da população e torcemos, desejamos , firmemente , que os imunizantes sejam eficazes. Ratificamos, também, a importância da higiene pessoal e de métodos preventivos. Apoiamos, da mesma forma, o atendimento precoce com todos os medicamentos que tenham respaldo científico imparcial para tentar reduzir a incidência e surgimento de casos graves da doença. Defendemos acima de tudo o direito ao princípio da autonomia médica e os direitos do paciente de serem tratados. Somos totalmente contrários à equivocada e, quiçá maldosa, orientação de ficar em casa e não fazer nada para os doentes , tão divulgada logo quando se iniciou a pandemia e que perdura até hoje, mesmo sabendo-se que tal medida em nada contribuiu para reduzir o surgimento de novos casos.

Sabemos que todos temos defeitos. Nosso presidente assim também se enquadra. Mas por tudo o que vem fazendo em prol de nossa nação, ele é digno de ocupar o cargo pelo qual foi eleito com mais de 57 milhões de votos válidos. Os recursos direcionados aos estados e municípios, além dos auxílios emergenciais aos vulneráveis, evidenciam a preocupação de nosso presidente em sair dessa crise o mais brevemente possível. E atualmente sua luta incessante para adquirir vacinas, apesar de sabermos que a dificuldade de obtenção é a nível mundial, até em países mais desenvolvidos economicamente, mas está fazendo um esforço incansável para proporcionar vacinação para todos e atualmente somos o 5º país do mundo que mais se vacina (estamos atrás somente dos Estados Unidos , China, Índia e Reino Unido ) , ainda assim sabemos que precisamos melhorar ainda mais no ranking mundial.

Por fim, consideramos que o momento é propício para desenvolvermos uma cultura colaborativa e de paz, buscando o amadurecimento político da população visando a construção de um país forte, unido, justo e vitorioso. Independente de religião , opção política e ideológica, etnia, todos nós somos iguais e nesse momento precisamos de paz e de salvar vidas, independente de condições sociais. Que o tratamento seja o mesmo para todos. Não precisamos de ataques com fins de ganhos políticos. Queremos vidas, não queremos brigas, discursos de ódio e politização.


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações de página

SITE EM CONSTRUÇÃO todos sejam bem vindos AO NOSSO SITE SE EM NOSSO SITE ESTIVE ALGUMA IMAGEM COM DIREITOS AUTORAIS POR GENTILEZA ENTRE EM CONTATO COM o(21)998742732 PARA DELETAR A IMAGEM ou faremos uma parceira SITE SEM FINS LUCRATIVO
Redação: O site HOPENOTICIAS é um veículo comunicação independente com notícias do Brasil e do Mundo. Nossa missão é levar ao público a verdade dos fatos, sempre com informações de fontes seguras e confiáveis para você formar sua própria opinião.

Postagem em destaque

Inaugurada ponte que conecta os estados de Rondônia e Acre População não precisará usar balsas e trajeto poderá ser feito em menos de cinco minuto

  A Ponte do Abunã conecta o Acre ao sistema rodoviário brasileiro - Foto: Ministério da Infraestrutura Opercurso para ir de Rondônia ao Acr...

Ajude-nos a manter esse site

Ajude-nos a manter esse site
Obrigado pela sua colabortação ADM GERAL DA PAGINA SUA COLABRAÇÃO E IMPORTANTE $0,50 1,00

Pesquisar este blog

SIGA-ME

SIGA-ME
SEJA UM SEGUIDOR

Tradutor